top of page
  • citebonline

Inovação/ Chatbot GPT x Futuro do Trabalho



Quem não se arrepia ao contatar os serviços de atendimento ao cliente? Se por um lado os consumidores têm preferência por um atendente humano, do outro as empresas preferem operadores de inteligência artificial. Contudo, a tecnologia de chatbot GPT promete atuar nesse meio termo, aliando eficiência de raciocínios mais complexos com custos menores de operação.


Porém, esse é só o começo da preocupação que Jim Grisson, autor e roteirista, compartilha em seu artigo para a Innovation & Tech Today. A sua experiência com um atendimento online tão eficiente o fez pesquisar sobre o impacto em outras profissões e se questionar se a tecnologia GPT coloca em risco o emprego de milhares de pessoas.


Mas o que é chatGPT?

Trata-se de um sistema de inteligência artificial, que pode atuar multiplataforma (como atender o consumidor num chat de site e disparar um e-mail ao final do atendimento, conforme o caso de Jim). Mas, principalmente, faz pesquisas aprofundadas com rapidez, desde assuntos científicos, políticos, diagnósticos médicos, como fazer bombas, teses de mestrado, entre outros.


GPT vem de Generative Pre-training Transformer, ou transformador de pré-treinamento generativo. E funciona como uma rede interconectada que se alimenta de informações diversas, especialmente de feedback humanos, para responder de forma humanizada a qualquer questão complexa a partir desse mesmo conteúdo.


A base de dados desse sistema está constantemente sendo alimentada, daí a quantidade de informações através da qual a programação interconectada se fortifica. Porém, hoje a sua eficácia requer uma curadoria humana, que seleciona o que está correto e funcional x o que é mentira e disfuncional, já que máquinas ainda não separam vida digital da real.


Futuro do Trabalho

A preocupação do autor está justamente quando a tecnologia conseguir identificar essa diferença, entre virtual e físico. Que estima não demore mais que um ano. Dessa forma, poderá gerar conteúdo e respostas que substituam horas de aprendizado e desenvolvimento humano. Profissionais de marketing, de comunicação, educação, entretenimento, saúde e até mesmo de programação serão facilmente substituídos.


Por curiosidade Jim foi ao site OpenAI, que é o principal ponto de encontro de desenvolvedores GPT, e perguntou ao ChatGPT qual seria o pior resultado possível da sua implementação para o emprego humano.


“O pior resultado possível do emprego humano do ChatGPT seria se ele causasse desemprego generalizado e agitação social, levando ao colapso social”, respondeu. O autor achou por bem ler novamente “Admirável Mundo Novo” de Aldus Huxley depois disso.




Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page