top of page
  • citebonline

Investimento/ Transformação Digital Brasil E-Digital 2022-2026


Você sabe quais os planos do Brasil dentro de toda a transformação digital que o mundo está passando? Essas respostas, e algumas propostas, compõem a Coordenação-Geral da Transformação Digital - CGTR. Grupo que está articulando as demandas dos setores do campo científico, governamental, produtivo e sociedade em geral.


E-Digital

Essas demandas constituem o Sistema para a Transformação Digital (SinDigital), composto pela Estratégia Brasileira para a Transformação Digital (E-Digital). De acordo com o site do MCTI, o E-Digital tem o objetivo de aproveitar o potencial das tecnologias digitais para promover o desenvolvimento econômico e social sustentável e inclusivo, com inovação, aumento de competitividade, de produtividade e dos níveis de emprego e renda no País.


Para que isso aconteça, eixos de habilidades foram criados para serem cruzados com os eixos de transformação digital. É nesse cruzamento de informações e interesses que se dará o plano de ação da transformação digital no país.


Ciclo 2018-2022

O processo de transformação digital começou com o Decreto no. 9319/2018 e de lá para cá já vivemos com resultados positivos. “A exemplo da atualização da Lei de Informática, do lançamento da Estratégia Brasileira de Inteligência Artificial, da implantação da Autoridade Nacional de Proteção de Dados, do lançamento do pagamento instantâneo brasileiro (Pix), da realização do edital do leilão do 5G e da unificação de serviços governamentais na plataforma gov.br”, diz a introdução do documento que descreve as intenções do próximo ciclo.


Ciclo 2022-2026

A pandemia de COVID-19 que ocorreu em meados do ciclo anterior afetou os planos passados e pontuou diretrizes para a estratégia atual. A escolha de manter os eixos se deu por acreditar que a base da transformação digital atende o que está por ser construído no país.


Ao todo, são 100 itens que pontuam as estratégias que irão se desdobrar em planos de ação, como editais, cursos de capacitação, contratação de bens e serviços, entre outros. A listagem completa está no site do MCTI ou na publicação oficial - que pode ser baixada em PDF gratuitamente - no mesmo site.


Por que ler a publicação na íntegra?

A publicação das estratégias que constituem o 2o ciclo da Transformação Digital no Brasil é interessante porque divulga um diagnóstico digital bastante interessante do país. É uma coleta de dados que perpassa pela ANATEL, Banco Mundial, IBGE, UNESCO e outras entidades confiáveis sobre as oportunidades que o Brasil oferece.


Por exemplo: “Ampliação da oferta do serviço de internet em áreas não atendidas, somada à melhoria da qualidade e velocidade para toda a sociedade brasileira é um dos mais importantes passos para a transformação digital no Brasil.” Item de destaque nessa pesquisa.





Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page