top of page
  • citebonline

TI/ Agrotech e as emissão de carbono

No mundo o setor de agrotech é dos que mais investem em inovação para crescer. De forma que a emissão de carbono, um dos principais gargalos da produção massiva, tem sido acompanhada de perto. Especialmente na Europa.


Produção agrícola

AgreenaCarbon é uma empresa de programação que atua em 13 países europeus e através dos relatórios que produz informa cada produtor o que é necessário mudar para se adequar às regras do Acordo Verde Europeu (European Green Deal). Em parceria com a Hummingbird Technologies, que trabalha com agricultura regenerativa, os agricultores e investidores acompanham o que está acontecendo no campo através da ciência de dados.


Segundo a revista Digital Innovation, a tecnologia se baseia em plataforma SaaS com deep learning e programação própria de algoritmos que promovem dados sensíveis para tomadas de decisões estratégicas, mesmo quando remotas.Identificando problemas como saúde da plantação, risco de doenças, excesso de umidade, inconformidade do solo, entre outros.


Os benefícios

O objetivo é oferecer aos produtores as informações que precisam para otimizar os processos, minimizando os impactos ambientais. Dessa forma a emissão de carbono tende a cair, especialmente nos grandes produtores, garantindo qualidade nos produtos e atrativos financeiros para os investidores, dentro das legislações vigentes.





Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page